Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 20 de Setembro de 2021
Quem Somos   I   Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Ração.
27 de Janeiro, 2021 - 11:57
Produção de ração no Brasil cresce 10% em 2020 e atinge 77,6 toneladas métricas
     

 Entre os destaques está o Brasil, que se manteve em terceiro lugar no ranking de principais produtores mundiais e apresentou a maior alta entre os protagonistas do setor. O aumento na produção do país foi de 10%, resultando em 77,6 toneladas métricas.


Os números foram apresentados durante a sessão de janeiro do Alltech ONE Virtual Experience, simpósio global online que já reúne mais de 22 mil pessoas, de 126 países, que também divulgou os resultados da 2ª edição do levantamento Mulheres na Alimentação & Agricultura, conduzida em parceria com AgriBriefing.


Durante o evento, o presidente e CEO da Alltech, Mark Lyons, afirmou que essa tem sido uma ótima época para a indústria agroalimentícia. “O agronegócio tem se mantido forte diante das adversidades, e a cadeia de suprimentos global continua provendo uma das necessidades mais básicas da sobrevivência humana. As informações e visões que coletamos refletem desafios, oportunidades e sucessos extraordinários enquanto desenhamos um rumo para o futuro”, destacou.


Outros dados


Em sua décima edição, a Pesquisa Global de Rações da Alltech trouxe informações importantes para a produção animal. Fortalecido por uma década de documentação, o levantamento é a avaliação mais completa da produção de ração e preços na indústria. Os números globais foram coletados em mais de 140 países e em mais de 28.000 fábricas de ração.


De acordo com a pesquisa, a China teve um crescimento de 5% e retomou a posição de país líder na produção, com 240 milhões de toneladas métricas. Entre os dez maiores países produtores de ração, incluindo tonelagem e porcentagem de crescimento, estão os Estados Unidos da América (215.9 MMT, +1%), Brasil (77.6 MMT, +10%), Índia (39.3 MMT, -5%), México (37.9 MMT, +4%), Espanha (34.8 MMT, 0%), Rússia (31.3 MMT, +3%), Japão (25.2 MMT, 0%), Alemanha (24.9 MMT, 0%) e Argentina (22.5, +7%). Juntos, esses países correspondem a 63% da produção de ração mundial e podem ser vistos como indicadores das tendências gerais para o agronegócio.


As informações indicam também a representatividade da produção de ração por espécies: frangos de corte, 28%; suínos, 24%; poedeiras, 14%; bovinos de leite, 11%; bovinos de corte, 10%; outras espécies, 7%; aquicultura, 4%; pet, 2%. Os crescimentos predominantes foram os de frango de corte, suínos, aquicultura e petfood.


O objetivo é ir além dos números para um olhar holístico sobre a indústria. Para isso, a pesquisa abordou questões qualitativas para descobrir tendências sobre a Covid-19, sustentabilidade e redução de antibióticos. Os resultados da edição 2021, incluindo informações sobre cada espécie, gráficos interativos e mapas, estão disponíveis em one.alltech.com/2021-global-feed-survey.

Fonte: P do A.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
30/04/2021
28/04/2021
26/04/2021
20/04/2021
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2021 - Todos direitos reservados