Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 22 de Janeiro de 2021
Quem Somos   I   Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Dólar.
12 de Janeiro, 2021 - 11:20
Dólar pausa altas e cai seguindo exterior e com informação no radar
     

 O dólar caía ante o real neste  dia, com o mercado de câmbio seguindo o respiro visto no exterior, conforme investidores avaliavam o cenário de pandemia e aguardavam a safra de balanços nos Estados Unidos.


Às 9h56, o dólar à vista cedia 0,53%, a 5,4738 reais na venda. Na véspera, a cotação saltou 1,60%, a 5,5033 reais na venda, maior nível desde 5 de novembro (5,5455 reais).


Sem exterior, o dólar frente a uma cesta de divisas tinha variação negativa de 0,06%, após alta de 0,48% na segunda-feira.


De forma geral, como preocupações com uma pandemia em seguida, mas o que vem ganhando espaço no início de analistas é a abertura das taxas dos Tesouros, títulos do Tesouro dos Estados Unidos, movimento que não aumenta o apelo do dólar frente a rivais.


"Vale observar, entretanto, que, no Brasil, a preocupação fiscal segue como fator que mantém o real depreciado e continuar como um dos temas principais em 2021", disse a Rico em relatório. A casa ainda estimar dólar a 4,90 reais ao fim do ano e com potencial de valor adicional se o cenário global continuar a sugerir o dólar mais fraco ante moedas emergentes.


O ano mal começou e o real já perde 5% ante o dólar, pior desempenho global. Com o descolamento do câmbio, o Banco Central voltou a fazer ofertas líquidas de moeda estrangeira nos dias, com venda de 500 milhões de dólares apenas na véspera.


A piora relativa do real é associada também ao nível de juros, com a Selic na mínima histórica de 2% deixando a moeda brasileira como opção barata para hedge ou mesmo como fonte de financiamento.


Uma das tendências no mercado doméstico é se o Banco Central poderia ser forçado a antecipar a normalização da política monetária, cujo início está previsto atualmente para agosto, num contexto em que a conversa surpreende para cima. O IPCA terminou 2020 com alta acumulada de 4,52%, a maior taxa em quatro anos e acima da meta de 4%, embora dentro do intervalo de tolerância (entre 2,5% e 5,5%).

Fonte: P do A.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
19/01/2021
18/01/2021
15/01/2021
14/01/2021
 menos   1   2   3   4   5   6   7   mais 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2021 - Todos direitos reservados