Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 02 de Dezembro de 2020
Quem Somos   I   Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Milho.
28 de Outubro, 2020 - 14:53
Milho: B3 amanhece em campo misto, mas indicador Cepea bate recorde histórico
     

 De acordo com o Cepea, o preço do milho bateu recorde histórico no Brasil na última terça-feira (27) ao chegar em R$ 81,48 a saca. No acumulado de outubro, o milho registra alta de 28,05% e praticamente dobrou de preço na comparação de 12 meses. A quarta-feira (28) começa com a maior parte dos preços futuros do milho recuando na Bolsa Brasileira (B3). As principais cotações registravam movimentações entre 1,17% negativos e 0,06% positivos por volta das 09h21 (horário de Brasília).


O vencimento novembro/20 era cotado à R$ 83,88 com perda de 1,17%, o janeiro/21 valia R$ 84,70 com desvalorização de 0,78%, o março/21 era negociado por R$ 84,00 com alta de 0,06% e o maio/21 tinha valor de R$ 77,00 com baixa de 0,86%.


De acordo com o Cepea, o preço do milho bateu recorde histórico no Brasil na última terça-feira (27) ao chegar em R$ 81,48 a saca. No acumulado de outubro, o milho registra alta de 28,05% e praticamente dobrou de preço na comparação de 12 meses.


Mercado Externo


Os preços internacionais do milho futuro despencam na Bolsa de Chicago (CBOT) nesta manhã de quarta-feira. As principais cotações registravam movimentações negativas entre 6,50 e 8,50 pontos por volta das 09h05 (horário de Brasília).


O vencimento dezembro/20 era cotado à US$ 4,07 com desvalorização de 8,50 pontos, o março/21 valia US$ 4,09 com perda de 7,50 pontos, o maio/21 era negociado por US$ 4,10 com queda de 7,00 pontos e o julho/21 tinha valor de US$ 4,10 com baixa de 6,75 pontos.


Segundo informações do site internacional Successful Farming, os futuros dos grãos caíram no comércio da madrugada com uma chuva caindo em partes do Brasil e com os sinais de desaceleração da demanda por produtos agrícolas dos Estados Unidos.


A publicação destaca que chuvas caíram nas principais regiões produtoras soja e milho verão do Brasil nas últimas 24 horas, de acordo com a previsão do Commodity Weather Group.


“A demanda tem sido robusta por produtos agrícolas dos EUA, embora o governo não tenha relatado nenhuma venda a compradores estrangeiros ontem. A China tem estado visivelmente ausente das listas de exportação desde 15 de outubro, embora as vendas para o que o USDA chama de “destinos desconhecidos” possam ser para o país asiático”, diz o analista Tony Dreibus.


Fonte: Notícias Agrícolas

Fonte: P do A.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
01/12/2020
30/11/2020
27/11/2020
26/11/2020
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2020 - Todos direitos reservados