Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 23 de Setembro de 2020
Quem Somos   I   Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Safrinha de Milho.
8 de Dezembro, 2019 - 19:31
Safrinha de milho deve ganhar fôlego
     

 A safrinha brasileira de milho deve ganhar um fôlego extra com o incentivo dos preços, mesmo com um atraso na safra soja, segundo o que informou a mais nova análise da consultoria INTL FCStone. De acordo com a analista de mercado da INTL FCStone, Ana Luiza Lodi, a área plantada é estimada em 13,17 milhões de hectares, o que representa um crescimento de 2,24% frente a 2018/2019.


Na questão da produção, o grupo estima produção de 72,11 milhões de toneladas, 1 milhão de toneladas a menos que o recorde registrado no ciclo anterior. "Os preços mais sustentados e as exportações recordes podem acabar incentivando a safrinha. Esse leve aumento da produção foi resultado de uma revisão na produtividade esperada para o Rio Grande do Sul, que passou de 7,26 para 7,49 toneladas por hectares, diante de condições climáticas muito favoráveis para o desenvolvimento do cereal”, comenta.


Em relação ao estado do Rio Grande do Sul, este deve ser o principal produtor da primeira safra, o que acabou influenciando na produtividade média do Brasil, agora estimada em 6,39 toneladas por hectare pela INTL FCStone. “As estimativas para as exportações de milho foram calculadas em 35 milhões de toneladas, enquanto o consumo interno ficou em 68,5 milhões de toneladas. Mesmo considerando um consumo maior, com a produção total de milho (1ª, 2ª e 3ª safras – utilizou-se o número da Conab para a 3ª safra) em 99,92 milhões de toneladas, os estoques ficariam acima e 10 milhões de toneladas”, completa a companhia.


Com a soja, "não houve ajustes na área plantada e as perspectivas continuam positivas, com o regime de chuvas apresentando um padrão mais regular em todo o país", indica a analista de mercado da INTL FCStone, Ana Luiza Lodi. O clima nas próximas semanas deve ser acompanhado de perto, já que o nível de umidade é central na fase de enchimento de grãos.


 

Fonte: P do A.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
21/09/2020
18/09/2020
17/09/2020
16/09/2020
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2020 - Todos direitos reservados