Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 22 de Outubro de 2019
Quem Somos   I   Contato

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Senadora Selma.
13 de Julho, 2019 - 10:27
Senadora Dra Selma explica que minireforma tributária de Mendes “desrespeita o cidadão” e afugenta investidores.
     

Com conhecimento e influencia Senadora Selma e de Mato Grosso, tem voz ativa   junto ao Governo Federal, e aproveitou agenda em Cuiabá, nesta sexta-feira (12), para se manifestar contrária à minirreforma tributária proposta pelo governador Mauro Mendes (DEM) que tramita na Assembleia Legislativa. Para a parlamentar, a aprovação do texto implicará na fuga de investidores do Estado e trará prejuízos ao bolso do cidadão.



Leia mais:

Líder do Governo defende redução do ICMS da carne: não queremos que suba o preço



“Fiz até uma manifestação lá no Congresso. Acho que é um desrespeito ao cidadão, é um desistimulo ao nosso Estado. No momento em que estamos em crise não é hora de criar impostos e sim de diminuir gastos. Precisamos fazer uma reforma administrativa urgente e não castigar as pessoas. E o pior, espantar quem poderia estar vindo”, disparou a senadora.



A minirreforma tributária elaborada pelo Governo do Estado foi acoplada ao projeto de revalidação dos incentivos fiscais enviado à Assembleia Legislativa. O texto não cria novos tributos, mas modifica as aliquotas de contribuição do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para alguns setores.



A matéria precisa ser aprovada até o dia 31 de julho, sob pena de Mato Grosso perder mais de 70 incentivos fiscais junto ao Confaz. A complexidade do projeto, por conta da minirreforma tributária embutida, provocou diferentes reações no Legislativo que setorizou comissões para analisar os impactos da proposta setor por setor. A expectativa é de que até a próxima semana um substitutivo integral ao texto de Mendes seja apresentado.



Se aprovadas, as novas regras estipuladas pelo governador Mauro Mendes só passarão a valer a partir do próximo ano.

Fonte: P do A.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
22/10/2019
21/10/2019
18/10/2019
17/10/2019
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2019 - Todos direitos reservados