Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 21 de Agosto de 2017
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 LIBERAÇÃO DO BALNEÁRIO
11 de Agosto, 2017 - 08:37
Sentença judicial não autoriza a utilização do Balneário “Luiz Riva” em Juara
     

 A sentença proferida pelo juiz Alexandre Sócrates no último dia 04 a uma ação civil pública movida pelo MP em relação ao Balneário “Luiz Riva” está sendo mal interpretada por muito munícipes que acreditam que, agora o Balneário estaria apto a voltar suas atividades de lazer.


Tal entendimento está errado e o promotor de Justiça Oswaldo Moleiro Neto, em entrevista a Rádio Tucunaré e site Acesse Notícias, explicou com detalhes, que o local não pode ser aberto ao público sem as medidas legais junto aos órgãos ambientais.


O promotor Osvaldo Moleiro Neto da área civil em Juara, explicou a rádio Tucunaré sobre a sentença do juiz Alexandre Sócrates ação civil pública do Balneário Luiz Riva na tarde dessa quinta-feira (10).

A sentença não libera o Balneário para utilização conforme alguns populares vêm manifestando, pois a sentença do juiz significa que a área em questão, ainda não pode ser utilizada enquanto não estiver adequada a legislação ambiental e para isso, o município precisa entrar com o pedido de cadastro de ambiental Rural (CAR) e um posterior pedido de licenciamento ambiental. Após essas adequações junto aos órgãos ambientais, o município poderá utilizar a área, explicou o promotor.


O Festival de Pesca de Juara já está marcado para acontecer no dia 10 de setembro e algumas pessoas têm manifestado interesse de que seja realizado no Balneário Luiz Riva, mas conforme a determinação do juiz na sentença, explicou o promotor, o município só poderá utilizá-lo após obter a regularização junto aos órgãos ambientais e enquanto isso não acontecer, o município não poderá utilizá-lo.


Dr Osvaldo deixou claro, que o ministério público deseja ver o local, fomentando o turismo, e fomentando o lazer aqui de Juara, porém que se adeque a legislação ambiental.


Trecho da sentença que demonstra as explicações do promotor Dr Osvaldo Moleiro:


Por derradeiro, insta ressaltar que a presente sentença não autoriza, por si só, o Município de Juara a retomar as atividades no balneário. O Código Florestal, nos parágrafos do próprio artigo 61-A e nos artigos seguintes, estipulou a necessidade de se realizar o cadastramento ambiental rural (CAR), e requerer novo licenciamento ambiental junto à SEMA.”

Fonte: Acesse Notícias
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
08/08/2017
07/08/2017
06/08/2017
05/08/2017
04/08/2017
 menos   3   4   5   6   7   8   9   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2017 - Todos direitos reservados