Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 21 de Agosto de 2017
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 Politica.
20 de Abril, 2017 - 13:56
Delator inocenta Luciane Bezerra da acusação de ter recebido propina quando deputada
     

 A ex deputada estadual, ex presidente do Intermat e atual prefeita de Juara Luciane Bezerra foi inocentada pelo delator Filinto Muller que revelou que Pedro Nadaf mentiu ao dizer que pagou propina a ela e informa novos fatos. Em plena campanha política de 2016, a então candidata ao cargo de prefeita em Juara Luciane Bezerra, ex deputada estadual e presidente do INTERMAT, recebeu a notícia de que o ex-secretário Pedro Nadaf, em depoimento a justiça na operação SODOMA que apura desvios de dinheiro público, teria pago 700 mil reais a ela para quitar suposta dívida entre ela e Silval Barbosa.


“Na época, Nadaf disse que os cheques eram pra pagar uma emenda da Luciane Bezerra. Mas, depois eu fiquei sabendo que ele estava sendo extorquido e que os cheques eram para pagar os jornalistas. Foi aí que eu fiquei sabendo da extorsão e que a Luciane não tinha nada a ver com isso”- Filinto Muller. Em seu depoimento Nadaf declarou a juíza Selma Arruda que Luciane Bezerra tinha pleno conhecimento de que o dinheiro recebido tinha origem ilícita.


No último dia 18, o delator Filinto Muller inocentou a prefeita e explicou que Nadaf teria mentido por estar sendo extorquido por “jornalistas” para acusar a prefeita e envolve-la no caso. De acordo com o empresário e delator da 4ª fase da Operação Sodoma, Filinto Muller, o ex-secretário de Estado Pedro Nadaf mentiu ao afirmar que parte dos R$ 15,8 milhões supostamente desviados dos cofres públicos - por meio da desapropriação de uma área de 55 hectares no Bairro Jardim Liberdade, em Cuiabá -, teria sido destinada a prefeita de Juara, Luciane Bezerra (PSB).


Em depoimento a juíza Selma Arruda, da Vara Contra o Crime Organizado da Capital, na tarde desta terça-feira (18), Nadaf estava sendo extorquido por um grupo de jornalistas da Capital e teria mentido que R$ 700 mil oriundos do esquema deveriam ser destinadas a Luciane, que na época era deputada estadual. A acusação da entrega do dinheiro a prefeita foi feita pelo próprio ex-secretário à Delegacia Fazendária (Defaz). Nadaf disse que o montante era para quitar uma dívida do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) e foi repassado por meio de um depósito em conta corrente da empresa do irmão da ex-deputada. “Na época, Nadaf disse que os cheques eram pra pagar uma emenda da Luciane Bezerra. Mas, depois eu fiquei sabendo que ele estava sendo extorquido e que os cheques eram para pagar os jornalistas. Foi aí que eu fiquei sabendo da extorsão e que a Luciane não tinha nada a ver com isso”, declarou.

Fonte: Radio Tucunaré.
* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Notícias
04/08/2017
03/08/2017
02/08/2017
 menos   4   5   6   7   8   9   10   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
 
  FAVORITOS  
© 2017 - Todos direitos reservados