Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Bem vindo ao Nortão News, Juara 21 de Novembro de 2017
Quem Somos   I   Contato
  INÍCIO  
  NOTÍCIAS  
  EVENTOS  
  VÍDEOS  
  ARTIGOS  
  FAVORITOS  
 ARTIGO
19 de Outubro, 2012 - 06:56
  Ana Emília

   Até quando a violência contra a mulher?
     

Os crimes envolvendo mulheres em todo o Estado de Mato Grosso têm alçado índices alarmantes e precisam ser combatidos com veemência, em uma ação coordenada pelo poder público e sociedade, porque famílias inteiras estão sendo destruídas. As mulheres estão sendo mortas com requinte de crueldade, com golpes de facão, facadas e armas de fogo sendo descarregadas contra elas sem dó e nem piedade.

As autoridades policiais classificam como “crime passional”, ou seja, motivado pela paixão!

   Quem ama não mata, doutor!

   Mata quem pensa: Se você não for minha, não será de mais ninguém!

   Isso é amor doutor!

Discordamos da sua afirmação sobre “crime passional”, vemos como resquício de uma cultura machista e patriarcal, que infelizmente ainda impera neste país; vemos homens com a ideia nefasta de que as vidas da mulher e das filhas/os são de sua propriedade e posse; vemos homens altamente egoístas e que não respeitam a vontade da não continuidade de um relacionamento, seja ele violento ou não; vemos homens que reproduzem em sua vida adulta a violência doméstica vivenciada em algum momento na sua infância ou adolescência.

Somente em 2012, em Cuiabá, 12 mulheres foram mortas vítimas de violência doméstica e familiar e 2 vítimas da violência de gênero (pelo simples fato de serem mulheres), neste total não estão computadas as vidas ceifadas de outras tantas no interior do Estado. A violência tem lugar no cotidiano da vida social e é um termo de múltiplos significados e vem sendo utilizado para nomear desde as formas mais sutis da violência até formas mais cruéis de tortura e morte.

Diante de toda esta situação que estamos vivenciando temos que tomar uma atitude urgente e energética. Precisamos abraçar esta causa! Ela é nossa!

Ana Emilia Iponema Brasil Sotero é professora, advogada, doutoranda em Ciências Jurídicas e Sociais, palestrante sobre violência de gênero, ex-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher de Mato Grosso e superintendente e gestora de políticas públicas para as mulheres de MT e escreve exclusivamente para este blog toda sexta-feira - soteroanaemilia@gmail.com - http://facebook.com/AnaEmiliaBrasil

Fonte: RD News

* O NortãoNews não se responsabiliza por comentários postados abaixo!
 0 Comentários  |  Comente esta matéria!
 Mais Artigos
18/05/2016
26/02/2016
01/12/2015
20/11/2015
30/06/2015
02/02/2015
21/04/2014
09/02/2014
 menos  1   2   3   4   5   6   7   mais 
 Enquete

 Artigos
  INÍCIO  
 
  NOTÍCIAS  
 
  EVENTOS  
 
  VÍDEOS  
 
  ARTIGOS  
© 2017 - Todos direitos reservados